Prouni

Prouni: o que é e como se inscrever

By EAD UNIPAM   |    | 4 min de leitura
Saiba mais
Saiba mais

 Tag: Prouni

Você deseja ingressar no ensino superior com uma bolsa?

Uma oportunidade valiosa para concretizar esse sonho é através do Prouni.

O programa, criado pelo Governo Federal, oferece bolsas de estudo em instituições de ensino particulares.

Saiba o que é Prouni, como ele funciona e como você pode se inscrever.

Prouni: o que é?

O Prouni (Programa Universidade Para Todos) é um programa vinculado ao Ministério da Educação, criado em 2004, com o intuito de conceder bolsas em universidades privadas aos estudantes brasileiros. 

Para participar, é preciso ter feito a edição mais recente do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Porém, isso não basta. É preciso cumprir dois requisitos no resultado:

  1. ter, no mínimo, 450 de média
  2. não ter zerado a redação (que vale mil pontos)

Além disso, o estudante deve satisfazer alguma das condições abaixo:

  1. ter cursado o ensino médio completo em escola pública;
  2. ter cursado o ensino médio em escola privada na condição de bolsista integral da própria escola;
  3.  Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada;
  4. ser pessoa com deficiência;
  5. ser professor do ensino básico de instituições públicas. Nesse caso, não é necessário comprovar renda, porém o participante concorre somente a bolsas para cursos de licenciatura.

Como se inscrever no Prouni?

As inscrições são gratuitas e feitas exclusivamente pelo site do Prouni.

No portal de acesso, o candidato escolhe duas opções de cursos, nas suas respectivas instituições de ensino e turno. 

É possível modificar as opções ao longo do processo de inscrição. Será válida a última inscrição confirmada. 

Uma dica é, todos os dias, ficar de olho na famosa nota de corte

A nota de corte pode ser compreendida como a “pontuação mínima” para ingressar em determinada bolsa.

Mas, o que isso significa?

Por exemplo, a nota de corte para o curso de Ciências Contábeis em determinada instituição é 650 pontos. Sua média no Enem foi 520. 

Isso implica que você não será selecionado na primeira chamada, pois sua pontuação está abaixo da nota de corte.

Todavia, o próprio Prouni alerta que a nota de corte é divulgada apenas com o caráter informativo.

Ela não é uma garantia, uma vez que o sistema não a atualiza em tempo real. Ou seja, ao longo do dia novas pessoas podem se inscrever para determinada bolsa e a nota de corte aumentar.

prouni-o-que-e-como-se-inscrever - mãos digitando em um teclado. Ao lado, há um mouse sem fio.

Primeira chamada do Prouni

Após o término das inscrições, o Prouni realiza a primeira chamada. Para garantir as bolsas, os candidatos devem apresentar a documentação do seu Grupo Familiar para a instituição superior em que foi selecionado.

Um dos documentos exigidos é a comprovação de renda. O Prouni oferece dois tipos de bolsas: 

Integral (100% do valor custeado pelo programa): para estudantes com renda bruta familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa.

Parcial (50% do valor custeado pelo programa): para estudantes com renda bruta familiar de até 3 salários mínimos por pessoa.

Segunda chamada e Lista de Espera do Prouni

Caso o candidato não tenha sido pré-selecionado para a primeira chamada, o Prouni realiza uma segunda chamada com as bolsas que não foram preenchidas no primeiro momento.

O processo para a adesão da bolsa é o mesmo: a entrega dos documentos, dentro do prazo, para a instituição de ensino.

Além da segunda chamada, também há a chamada Lista de Espera.

Quem não foi selecionado nessas duas chamadas, deve entrar no site do Prouni e manifestar interesse em participar da Lista de Espera.

É importante destacar que o candidato entra na Lista de Espera para concorrer exclusivamente ao curso correspondente à sua primeira opção. Ou seja, ele não entrará numa lista de espera para a segunda opção marcada no ato de inscrição.

calculos-importantes-do-prouni - Há três elementos sobrepostos na cena. Um bloco de notas vermelho e, acima dele, uma caneta e uma calculadora.

Cálculos importantes do Prouni

O Prouni exige alguns “cálculos” ao longo do seu processo, relativos a sua média no Enem e a sua renda para verificar o tipo de bolsa.

Saiba como chegar a nesses resultados.

Cálculo da média no Enem

  1. somar todas as notas obtidas nas provas do Enem:
  • ciências da natureza e suas tecnologias; 
  • ciências humanas e suas tecnologias; 
  • linguagens, códigos e suas tecnologias;
  • matemática e suas tecnologias;
  • redação (valendo mil pontos).

    2. dividir o resultado da soma por cinco.

Se a sua média for igual ou maior que 450, você está apto a participar do programa. 

Cálculo da renda do Grupo Familiar

  1. somar a renda bruta mensal dos componentes do grupo familiar
  2. dividir esse valor pelo número de pessoas que formam o grupo familiar.

Se o resultado for até um salário mínimo e meio, o estudante pode concorrer à bolsa integral. Se o resultado for de até três salários mínimos por pessoa, o estudante pode concorrer à bolsa parcial.

Para referência, em 2021, o valor de um salário mínimo no Brasil é de R$ 1.100,00.

Aproveite sua nota antiga do Enem na EAD UNIPAM

Você também pode aproveitar suas notas de edições passadas do Enem para se matricular na EAD UNIPAM.

Conforme sua pontuação, você pode ganhar até 80% de desconto na 1ª mensalidade ou, ainda, bolsa de até 100% na 1ª mensalidade para quem fez o Enem a partir de 2010. 

Confira as oportunidades exclusivas da EAD UNIPAM.

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action
cursos empreendedorismo

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT