Ensino Superior

Terminando o estágio? Saiba o que fazer para ser efetivado

Por Redação   | 

 Tag: Ensino Superior

O estágio é uma porta de entrada para uma empresa. Mas o que fazer para ser efetivado? 

Neste artigo, vamos falar sobre quando um estagiário pode ser efetivado, o que você pode fazer para ajudar no processo e como conciliar o trabalho e os estudos depois de efetivado. 

Você vai conferir:

Quando um estagiário pode ser efetivado?
Atitudes que vão aumentar suas chances de ser efetivado
Como pedir efetivação no estágio
Como conciliar os estudos com o trabalho após a efetivação
Conclusão

Ganhe uma bolsa de estudos com a sua nota do Enem!

Quando um estagiário pode ser efetivado? 

Segundo a Lei do Estágio, não existe um tempo mínimo de contrato necessário antes de um estagiário poder ser efetivado. O que existe é um tempo máximo. 

Um contrato de estágio, que tem o nome de Termo de Compromisso de Estágio (TCE), tem duração máxima de dois anos. 

O que significa que para que um estagiário seja efetivado, esse processo tem que acontecer, no máximo, até a finalização do TCE. 

No entanto, não é preciso esperar até a finalização do contrato para que a empresa comece o processo de efetivação. 

Como não existe prazo mínimo, ela pode acontecer a qualquer momento, dependendo das necessidades da empresa e do seu fit com a organização. 

Uma pesquisa da Nube descobriu que entre 40% e 60% de estagiários são efetivados antes de chegar ao final do contrato, especialmente se eles estão cursando o último ano da faculdade quando o momento se aproxima. 

Ou seja, se você se mostrou interessado na empresa, se adequou à cultura e demonstrou as competências necessárias, tem grandes chances de efetivação. 

Por outro lado, caso a efetivação não aconteça durante o tempo de contrato, o vínculo com a empresa termina e o estagiário é dispensado. 

Tome cuidado ao ser efetivado nos primeiros meses do contrato 

É importante comentarmos que, embora seja uma grande alegria ser efetivado logo nos primeiros meses do contrato, isso pode ser prejudicial para o seu aprendizado. 

O estágio é um momento de testar e aprender, é quando você tem responsabilidades menores e a supervisão direta de um colaborador da empresa. 

Porém, quando acontece a efetivação, essa supervisão se torna menos protetiva e as responsabilidades aumentam. 

E se você não aprendeu o suficiente durante o estágio para responder a essas responsabilidades, pode ter algumas dificuldades. 

Atitudes que vão aumentar suas chances de ser efetivado 

Como você percebeu no tópico acima, existem boas chances de um estagiário ser efetivado, porém elas dependem de uma série de fatores. 

Segundo especialistas da área, uma empresa observa quatro fatores antes de efetivar um estagiário: pontualidade, competência para o cargo, relacionamento interpessoal e disposição para aprender. 

Por isso, além de a empresa precisar estar sentindo a necessidade de ter um novo colaborador em horário integral, ela precisa que você esteja comprometido. 

Levando todos esses fatos em consideração, trouxemos aqui algumas dicas de comportamento e atitudes que você pode ter para aumentar suas chances de se tornar um colaborador efetivo. 

Confira abaixo o que fazer para ser efetivado: 

Desenvolva as suas competências comportamentais 

Ainda de acordo com a pesquisa da Nube, demonstrar competências comportamentais é mais decisiva no momento da contratação do que habilidades técnicas. 

Isso porque, devido ao acesso à informação ser facilitado nos dias de hoje, o diferencial na hora de contratar um colaborador ou efetivar um estagiário acaba sendo o comportamento. 

Por isso, trabalhe as suas competências comportamentais, também conhecidas como soft skills. Confira alguns exemplos: 

  • Empatia  
  • Positividade  
  • Adaptabilidade  
  • Gerenciamento de tempo  
  • Controle de emoções  
  • Resiliência  
  • Facilidade de comunicação  
  • Cooperação 

Além disso, ter respeito a si próprio, e ao trabalho que faz, e acreditar em suas capacidades, ou seja, ser confiante, também pode ser um diferencial na hora da efetivação. 

Demonstre interesse pela empresa e por aprender 

Além de trabalhar as suas soft skills, você também precisa demonstrar interesse. Uma pessoa desinteressada, que não se importa com nada, dificilmente impressiona seus supervisores. 

E essa demonstração de interesse precisa acontecer em dois momentos. 

Você precisa demonstrar que está interessado na empresa e também no aprendizado que sua experiência lá está proporcionando e ainda vai proporcionar. 

No primeiro caso, segundo especialista, é essencial que seu supervisor e as pessoas com poder decisório na contratação entendam que você gosta de estar ali e que quer trabalhar na empresa. 

No segundo caso, vimos que demonstrar interesse por aprender é um fator levado em consideração pelas empresas, então nunca deixe a entender que você não tem mais o que aprender. 

O estágio, e o primeiro emprego por consequência, são momentos dedicados a aprender. Então, aproveite a chance para ser curioso. 

Pergunte o que você quer saber, demonstre interesse pelos processos da empresa e como as coisas funcionam, entenda qual é o seu papel e o que você precisa desenvolver para ser o melhor nele e poder crescer.

o que fazer para ser efetivado - veja dicas e atitudes

Trabalhe como se já fosse um funcionário efetivado 

Essa é uma dica bastante importante e que acaba reunindo um pouco do que falamos nas duas primeiras dicas. Porém, tome cuidado ao interpretá-la. 

Dizer que você precisa trabalhar como se fosse um funcionário efetivado não significa negligenciar outras áreas da sua vida por conta da vaga, como os estudos, e nem fazer horas extras, até porque isso não é permitido dentro de um estágio. 

A questão deste tópico é a sua atitude quanto à vaga. 

Nós falamos na dica acima que é essencial se mostrar interessado, e boa parte da atitude é não se ver apenas como um estagiário e trabalhar de maneira descompromissada, mas enxergar sua função como parte vital da empresa. 

De acordo com especialista, o ideal é que você se empenhe ao máximo dentro do que tem responsabilidade, sendo eficiente e superando as expectativas do seu supervisor de estágio. 

Assim, quando chegar o momento de pensar se você será efetivado ou não, isso será levado em conta. Por isso, coloque as atitudes abaixo em prática: 

  • Não tenha medo de desafios; 
  • Cumpra os horários; 
  • Preze pela boa apresentação pessoal; 
  • Saiba trabalhar em equipe; 
  • Surpreenda seu chefe; 
  • Mostre interesse; 
  • Peça feedbacks. 

Como pedir efetivação no estágio 

E se mesmo assim, mesmo colocando todas as dicas em prática, você percebeu que a conversa sobre a efetivação não vai acontecer, saiba que você pode tomar essa atitude. 

Se você viu que o quer é trabalhar na empresa onde está estagiando, não hesite em demonstrar esse interesse em uma conversa com seu supervisor. 

Isso pode ser, inclusive, uma vantagem para você, pois demonstra confiança e decisão. 

É preciso que você chegue nesta conversa sabendo que existe a possibilidade de a resposta do seu supervisor, ou do decisor da contratação, ser negativa. 

E se ela for negativa, não desanime. Nesse caso, você pode perguntar se existe uma chance de estender seu contrato de estágio até que haja uma vaga disponível. 

E se ainda assim a resposta for negativa, deixe um currículo com o RH, mantenha contato com seus colegas no LinkedIn para networking e busque uma nova oportunidade, como indica a IBC. 

Você terá a experiência deste estágio, terá desenvolvido suas soft e hard skills e poderá, inclusive, pedir uma carta de recomendação ao seu supervisor para próximas oportunidades. 

Como conciliar os estudos com o trabalho após a efetivação 

Mas se a negativa que falamos acima não acontecer e você conseguir ser efetivado no estágio, se prepare para uma nova fase na sua vida. 

Será preciso agora conciliar o trabalho efetivo com os estudos, e isso demanda equilíbrio, organização, comprometimento e gestão de tempo. 

Pensando em ajudar nessa nova fase, trouxemos algumas dicas. Confira: 

  • Mantenha a matéria da faculdade em dia: a pior coisa que você pode fazer ao ser efetivado é se dedicar 100% para o trabalho e negligenciar os estudos. Lembre-se de que a faculdade é algo que você escolheu e que vai ajudá-lo a se formar na profissão que você deseja. Então, o ideal é que você não deixe acumular matéria para não ficar sobrecarregado, especialmente no final de semestre ou em época de TCC. 
  • Organize seu dia e crie uma rotina: é essencial também que você organize o seu dia, bloqueando o calendário se for preciso, e agindo com muita gestão de tempo. Saiba o que você precisa entregar, quais são os trabalhos mais próximos e o que o espera em determinada semana no trabalho. Consulte um calendário para não se perder nas datas. 
  • Respeite os seus limites: por fim, uma dica importante é saber quais são os seus limites e respeitá-los. Saiba quanto do seu dia precisa ser dedicado ao trabalho e quanto precisa ser dedicado aos estudos. Não trabalhe demais, esquecendo de estudar, e também não estude demais deixando de trabalhar. É preciso equilibrar. 

E caso precise, a EAD pode ser uma ajuda extra 

Se você faz faculdade presencial, pode acabar sentindo essa necessidade de conciliar o estudo com o trabalho em uma intensidade maior. Por isso, a EAD pode ser uma ajuda extra para você. 

Fazer faculdade na modalidade EAD significa que você não precisa frequentar as aulas presencialmente, mas acompanhar o conteúdo através de um ambiente virtual de aprendizagem. 

Ou seja, você estuda online, à distância, pela internet. 

E isso traz muitas vantagens, desde a economia financeira e facilidade de acesso até a economia do seu tempo de deslocamento. 

Além disso, a EAD também traz flexibilidade de estudar onde e quando você puder. Tudo isso com a mesma qualidade do ensino presencial. 

Então, caso você esteja sentindo que sua faculdade presencial pode estar trazendo dificuldade, considere transferir seu curso para uma faculdade EAD. 

Nesse sentido, você pode contar com a EAD do UNIPAM. 

Somos referência em educação, com uma história de tradição e credibilidade que faz com que nossos cursos sejam dinâmicos, interativos e relevantes. 

O que você precisa para tornar seu aprendizado mais ativo. 

Além disso, solicitando a transferência do seu curso para a EAD do UNIPAM, você também pode ganhar um desconto com nossa bolsa transferência. 

Confira nossos cursos neste link. 

Conclusão 

Esperamos que, ao chegar ao final deste artigo, você tenha entendido o que fazer para ser efetivado, assim como conciliar o trabalho e o estudo. 

Falamos aqui também sobre a possibilidade de você receber uma negativa e como lidar com ela, além das características que levam uma empresa a querer efetivar um estagiário. 

Leia também: 

Como se comportar em uma entrevista de emprego? Aprenda agora 

5 aplicativos para currículo: monte o seu pelo celular

 

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.