Um em cada cinco jovens entre dezesseis e vinte e seis anos sabe qual carreira profissional seguir. Seja através de testes vocacionais ou influência da família, apenas essa pequena porcentagem já tem uma visão bem definida e clara de qual curso vai escolher e em qual faculdade fazer.

Poucos são os que nascem com sorte e sabem o que querem estudar e onde vão trabalhar desde a infância. Aquela criança que praticamente nasceu sabendo que gosta de animais e quer ser veterinária ou aquele garoto que é um advogado natural desde que entrou no primário.

Mas não se preocupe, é natural chegarmos a fase adulta e ainda não termos decidido qual faculdade fazer, afinal você não é obrigado, ainda adolescente, a escolher qual profissão que vai investir e escolher trabalhar o resto da vida.

Conhecer o mercado de trabalho e ter uma cabeça madura te ajudam a nessa importante decisão. Ter maturidade para compreender as matérias, cumprir as exigências acadêmicas e a experiência com o mercado de trabalho são características que te ajudam a decidir o curso certo. Se você não sabe qual faculdade fazer, não se preocupe, criamos esse post para você.

Durante a leitura vamos explicar-te como o ensino superior funciona, quais são os cursos que valem a pena investir e te dar dicas de qual faculdade escolher.

menina estudante

Comece pelas suas afinidades

Então, vamos começar pela parte mais fácil: aquilo que você gosta!

É importante que você faça um processo de autoconhecimento para conseguir desenvolver melhor uma percepção de si mesma. Identifique o que gosta de fazer, o que não gosta e quais áreas têm mais facilidade de aprender.

Invista tempo e se dedique a essa fase, pense bem, não é porque gosta de cachorros que pode se tornar uma veterinária. Você se imagina fazendo uma cirurgia em um pequeno cachorro? Ou porque gosta de ler e escrever que vai investir na faculdade de letras, afinal, pode ser que você não se sinta bem lecionando.

No mundo, temos mais de 10 mil opções de carreira, e esse número aumenta todos os dias. E com tanta opção, parece que fica ainda mais difícil, não é mesmo/ Vamos te ajudar a escolher a carreira certa identificando qual área você tem mais afinidades se é na área de ciências exatas, ciências humanas ou ciências biológicas.

É através da escolha dessas áreas que você vai escolher a sua profissão. Você sabe qual a diferença entre elas? Nós te explicamos:

Cursos de exatas

A ciência exata é uma das mais antigas do mundo, usada desde a antiguidade para resolver problemas, testar hipóteses ou teorias. Nesta área estão os cursos e atividades profissionais que englobam característica do raciocínio lógico, contas, e possuem a matemática, física e química como elementos fundamentais.

Entre os principais cursos relacionados com a faculdade na área de ciências exatas podemos citar: astronomia, ciências contábeis, engenharias, cursos da tecnologia de informação, desenho industrial, design de games, matemática, física, sistemas de informação, etc.

Ao escolher um curso de graduação da área de exatas, prepare-se para uma rotina cheia de números e teorias. Mas não pense só nisso essa é uma área muito abrangente e pode englobar conhecimentos de outras coisas.

Por exemplo, se você gosta de biologia e cálculos, pode se identificar com o curso de agronomia ou zootecnia, já quem é criativo pode se identificar com os cursos de desenho industrial ou design de games e quem gosta de máquinas e colocar a cabeça pra funcionar, pode se identificar pelas engenharias.

Área de sociais aplicadas

A ciência humana, que também abrange as ciências sociais aplicadas, tem o foco principal estudar o homem como indivíduo e sociedade, tendo os seus comportamentos como objeto de estudo. Os cursos da área de humanas estudam estatísticas e relatos sociais para compreensão da sociedade, as relações sociais e a cultura.

Os elementos fundamentais de estudo das ciências humanas são a filosofia, a beleza (relacionando arte e cultura), e a comunicação. Se gosta de arte, leitura e de refletir sobre questões sociais, as ciências humanas é a sua área!

Segundo o site de empregos Catho, as dez faculdades da área de humanas mais procuradas são: administração, arquitetura e urbanismo, direito, pedagogia, gestão de recursos humanos, jornalismo, publicidade e propaganda, serviço social, marketing e design gráfico.

Outros cursos da área de humanas bastante procurados com boas remunerações salariais são: ciências políticas, ciências sociais, cinema, comunicação social, economia, relações internacionais, pedagogia, relações públicas e teatro.

E veja que interessante, muitos desses cursos abrangem diferentes áreas, como a administração que tem cálculos, mas também muitas questões do relacionamento humano. Já o design gráfico reúne a tecnologia com arte.

Cursos da saúde

Já a área de ciências biológica estuda as áreas da saúde e também é responsável pelos estudos da origem dos seres, a sua evolução e funcionamento. Os estudantes dessa área buscam a compreensão de como o meio ambiente funciona.

Estudam também a vida nas suas mais variadas escalas, micro e macro além da sua relação com o meio ambiente e com os sistemas existentes que fazem com que a vida seja possível. E, para compreensão dessa área, se utiliza experimentações em laboratórios e pesquisas.

Os cursos de medicina, biomedicina, zoologia, biologia molecular, fisioterapia, educação física, histologia, farmácia, nutrição entre muitas outros compõem a áreas de ciências biológicas. Se tem interesse nesta área, é bem provável que já tenha uma afinidade maior com as matérias de biologia e química.

Área da educação

 Agora, se você gosta de ensinar e gosta de fazer a diferença na vida das pessoas, os cursos de licenciatura podem ser a opção certa para você. A licenciatura é indicada para quem ser professor e tem o objetivo de prepará-lo para lecionar em escolas públicas, privadas, ONGs ou até em faculdades se tiver uma pós-graduação.

Além da sala de aula, aqueles que optaram pela licenciatura auxiliam na elaboração de conteúdos educativos como livros, apostilas, oferecer suporte em plataformas virtuais, se tornar um pesquisador e tudo mais que envolva educação.

Artes visuais, pedagogia, letras, matemática, física, química, educação física, ciências biológicas, geografia, são alguns dos cursos do grau de licenciatura.

Com o diploma de licenciatura é possível prestar e assumir vagas específicas em concursos públicos que exigem nível superior. Vale lembrar ainda que o mercado de trabalho para o educador é muito grande e sempre haverá espaço para quem gosta e quer ensinar.

E o bacharelado? Quem o faz pode lecionar? Depende! O bacharelado tem o estudo direcionado para o mercado de trabalho. Durante a faculdade o estudante tem uma visão ampla de aprendizado na área escolhida, com disciplinas teóricas e práticas. Os cursos bacharelado prepara o estudante para atuar diretamente com as atividades da profissão.

Então, caso queira lecionar com um bacharelado, você precisa complementar sua formação com a licenciatura, ou fazer uma pós-graduação na área da educação. Se você se interessa por educação física, por exemplo, uma ideia é emendar as graduações e fazer a licenciatura e o bacharelado.

Isso é interessante, porque o bacharelado traz mais oportunidades no mercado de trabalho e a licenciatura permite que você lecione nas escolas da sua cidade. O profissional pode abrir seu próprio negócio, atuar em empresas particulares, públicas entre outras atividades.

estudante escrevendo

 

Analise também os seus defeitos e aquilo que não gosta

 Como lemos acima, conhecer a si mesmo é o primeiro passo para escolher a faculdade certa. Então, agora vamos para uma etapa mais difícil: mapear os seus defeitos e aquilo que você não gosta.

Você pode fazer isso com papel e caneta. Com essa análise de seu perfil, você será capaz de organizar melhor as informações sobre você mesmo facilitando a interpretação e sua auto análise. Não tenha vergonha e seja sincero com você.

De repente, o que era fácil, ficou difícil não é mesmo? Parece uma questão de lógica mas não é, muitas pessoas tem dificuldades de falar ou apontar qualidades e defeitos em si mesma. Mas não desista, lembre-se que você está fazendo isso para seu próprio bem.

Quais são suas qualidades? é comunicativa, inteligente, tem alta capacidade de concentração, é uma pessoa pontual, tranquila e sincera.

E seus defeitos? Muitas vezes apontar seus defeitos pode ajudar mais que suas qualidades e saber qual tipo de aluno você será em sala de aula. Por exemplo: você não gosta de lidar com pessoas, precisa aprender a fazer trabalhos em grupo, não consegue trabalhar sob pressão, tem dificuldade de falar em público, entre outros.

Não se preocupe ninguém é perfeito, e a partir do momento que você reconhecer as coisas que gosta e as que não gosta que você vai conseguir ter um norte e escolher qual faculdade fazer.

Fazer seu perfil pode ajudá-la bastante a se enquadrar em umas das áreas de atuação que citamos acima, afinal nada melhor do que unir o útil com o agradável, ou seja estudar e trabalhar com algo que te dá prazer!

É normal você gostar mais de uma área que de outra, e não tem nada de errado nisso, embora alguns cursos misturam as disciplinas. O importante é ter autoconhecimento e descobrir qual área tem mais afinidade.

O autoconhecimento é importante para identificar as suas habilidades. A junção das suas habilidades com o investimento nos estudos é o que vai fazer de você um bom profissional. Se for preciso peça ajuda de amigos, familiares ou procure ajuda de um psicólogo para esse processo.

engenheiro3-1

Tente se imaginar trabalhando na área

Depois construir seu percurso profissional, tendo em vista seus projetos de vida, se imagine trabalhando na profissão que escolheu.

Quando chegar a hora de escolher qual faculdade fazer, é importante conseguir se imaginar trabalhando na área que escolheu. Tente pensar também sobre quais são seus objetivos de vida e como fará para alcançá-los. Parece uma coisa óbvia mas não é.

Por isso é importante traçar metas e se imaginar trabalhando na área que escolheu. Para alcançar seus objetivos, terá que percorrer um grande caminho e somente depois de entrar na faculdade você terá uma noção de como é o dia-a-dia da profissão escolhida. E, lembre-se você não irá trabalhar e estudar apenas com o que gosta.

Se mesmo depois de matriculado você sentir que escolheu a profissão errada, não se preocupe. Existem centenas de pessoas que acham que escolheram o curso certo mas no primeiro semestre veem que a profissão não é para elas. Para resolver isso tenha uma segunda opção de curso, pode ser até três ou quatro, o importante é não deixar de estudar e investir em você mesma.

Observe o trabalho e converse com profissionais

Conseguiu se imaginar trabalhando em uma profissão? Consegue pensar em planos para seguir em determino trabalho? Ótimo! Agora é hora de pesquisar. Assim que escolhida a área que mais se adequa a você, observe o mercado de trabalho e converse com profissionais da área.

Média salarial, carga horária de trabalho, disponibilidade de vagas no mercado de trabalho e a qualidade de vida de quem trabalha na profissão são pontos importantes que devem ser considerados na escolha do curso. A internet pode te ajudar muito nessa pesquisa, também.

Procure conversar também com professores e coordenadores do curso, fale sobre suas qualidades e experiências na área. Com o convívio diário da profissão, eles poderão te dar dicas se você escolheu a profissão certa ou não.  

Veja a grade curricular do curso

Conhecer e analisar a grade curricular e a metodologia da faculdade te ajuda a ter noção de tudo que abrange o curso escolhido para depois não se frustrar. Por isso, é importante pesquisar bem o curso antes de se matricular.

Grade curricular são as disciplinas que serão ministradas durante os anos de curso. Algumas disciplinas são exigidas pelo MEC outras são optativas e variam de faculdade para faculdade. É obrigatória a ministração de algumas disciplinas com uma carga horária mínima e isso é exigência para que o curso tenha eficiência e validade.

Conhecer as disciplinas é interessante para saber a abrangência do curso. Pode ser que só pelo nome do curso, ele não te chame tanta atenção. Mas, então, você percebe que ele abre possibilidades atraentes para você.

Conheça o mercado de trabalho

O mercado de trabalho valoriza quem tem o ensino superior completo. Um diploma de nível superior aumenta suas chances de estar bem empregado e valoriza seu currículo.

Verifique como está o mercado de trabalho na área de atuação que pretende seguir, converse com pessoas formadas na área e analise o que ela tem a dizer sobre o assunto.

Conseguir um cargo melhor, assumir responsabilidades e aumentar a remuneração no fim do mês depende apenas de você.

Tomar a decisão sobre qual faculdade fazer não é fácil. Se bater uma insegurança não se preocupe, é normal na hora de escolher a profissão, não temos como adivinhar como vai ser nosso futuro. Mas, o primeiro passo você já deu: pesquisar e se informar! Por fim, acredite investir em educação será sempre a melhor opção.

E então, conseguiu ter algumas ideais sobre qual faculdade fazer? Então, continue sua pesquisa e conheça os cursos superiores com maior empregabilidade. 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action
cursos empreendedorismo

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT