Você já pensou em fazer faculdade de Engenharia Elétrica? Se você se identifica com a área de exatas e busca por uma profissão com um mercado de trabalho aquecido, essa pode ser a carreira certa para você!

Atualmente, praticamente tudo o que fazemos depende da energia elétrica, desde os eletrodomésticos em nossas casas até os postes de luz das ruas. 

O profissional formado em Engenharia Elétrica compreende todo o caminho que a energia elétrica faz até chegar aos domicílios, empresas e ambientes externos, sendo um trabalhador essencial para a sociedade moderna. 

Neste artigo, falaremos mais sobre a faculdade de Energia Elétrica, explicando o que estuda, quanto tempo dura a graduação e como funciona o mercado de trabalho. 

faculdade-de-engenharia-eletrica - homem trabalhando com circuitos elétricos

O que é Engenharia Elétrica?

Quando pensamos em engenharia, é muito comum que especialidades como civil e mecânica sejam mencionadas. Afinal, essas são algumas das engenharias mais populares e com o maior número de alunos. 

Contudo, existem diversos outros tipos de engenharia, que oferecem oportunidades tão boas quanto as citadas anteriormente e um mercado de trabalho bem menos concorrido. Uma delas é a Engenharia Elétrica. 

A Engenharia Elétrica é o ramo da engenharia especializado nos estudos e aplicações da eletricidade, eletromagnetismo e eletrônica.

Essa engenharia se consolidou por volta do século XIX , com o início da comercialização, distribuição e utilização da energia elétrica pela população. 

O engenheiro elétrico/eletricista é o profissional que atua nessa área. 

Ele é responsável por projetar sistemas de serviços elétricos, eletrônicos e de telecomunicações, além de estar apto para realizar a manutenção de instalações, materiais e equipamentos relacionados à elétrica.

Na atualidade, em que dependemos da energia elétrica para realizar praticamente todas as atividades de lazer e laborais, contar com profissionais capacitadas na área é indispensável para o funcionamento e avanço da sociedade. 

O que estuda Engenharia Elétrica?

O curso de Engenharia Elétrica é um bacharelado, conferindo grau de bacharel aos diplomados na área. 

Durante os primeiros semestres de graduação, os cursos de engenharia, no geral, costumam ter uma grade curricular em comum, mais genérica e teórica. 

Com a Engenharia Elétrica não é diferente, disciplinas como cálculo, física, química e computação fazem parte dos primeiros anos de estudos.

É a partir do terceiro ano de faculdade que os estudantes começam a trabalhar conteúdos mais específicos da área. 

Quanto às disciplinas específicas, os estudantes de Engenharia Elétrica se aprofundam em temas como eletricidade, eletromagnetismo, medidas e materiais elétricos, eletrônica analógica, digital e de potência, entre outros.

Além disso, o curso aborda também os processos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. 

Abaixo, confira as principais disciplinas trabalhadas no curso de Engenharia Elétrica:

  • Materiais Elétricos 
  • Circuitos Elétricos
  • Eletrônica Analógica
  • Medidas Elétricas
  • Eletrônica Digital
  • Conversão Eletromecânica de Energia
  • Manutenção Industrial
  • Instrumentação Eletrônica
  • Eletrônica Industrial Aplicada
  • Projetos de Instalações Elétricas
  • Transmissão e Distribuição de Energia

Além do conhecimento teórico, o curso de Engenharia Elétrica também tem forte ênfase na parte prática, sendo comum a presença de atividades em laboratório no plano de ensino. 

Os estudantes de Engenharia Elétrica também devem realizar um estágio obrigatório ao longo da graduação e um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). 

As duas atividades são obrigatórias para obter o diploma.

Quanto tempo dura a faculdade de Engenharia Elétrica?

A graduação em Engenharia Elétrica tem cinco anos de duração. 

Alguns estudantes cursam menos disciplinas por semestre e levam mais anos para alcançar o diploma. 

Contudo, o tempo mínimo para se graduar nessa área é de cinco anos.  

Qual o valor de uma faculdade de Engenharia Elétrica?

O curso de Engenharia Elétrica é oferecido em universidades públicas e privadas. 

Nas universidades públicas, os estudantes não precisam pagar nenhum valor. Em função disso, a concorrência costuma ser bastante acirrada, exigindo muita dedicação nos estudos para conquistar uma vaga. 

Nas universidades privadas, os estudantes devem pagar uma mensalidade, que varia de acordo com a instituição e a modalidade de ensino. 

Para o curso presencial, o preço médio da mensalidade é em torno de R$ 1800

Já nas modalidades semipresencial e a distância, os valores costumam ser mais acessíveis, variando entre R$ 500 e R$ 700. 

Faculdade de Engenharia Elétrica EAD 

Você sabia que é possível cursar Engenharia Elétrica no formato EAD?

A faculdade Engenharia Elétrica é oferecida nas modalidades presencial, semipresencial e a distância.

A modalidade presencial é a mais tradicional, sendo aquela em que todas as atividades, incluindo aulas e provas, acontecem nas unidades físicas da universidade. 

Já no EAD, é tudo ao contrário. Todas as atividades acadêmicas acontecem a distância, no ambiente virtual.

O semipresencial é a reunião dos dois modelos anteriormente mencionados, incluindo atividades presenciais e a distância na grade curricular. 

O EAD vem se tornando um modelo cada vez mais popular entre os estudantes, principalmente pela flexibilidade que oferece. 

Nele, todas aulas são virtuais, o que possibilita que o aluno assista-as quando e de onde preferir. 

Para quem trabalha e tem pouco tempo para se dedicar aos estudos, essa é uma das melhores modalidades de ensino. 

No caso da Engenharia Elétrica, é provável que você se pergunte: mas é possível realizar uma graduação em engenharia EAD?

Nossa resposta é sim! Atualmente, as tecnologias permitem cursar quase todas as graduações a distância, garantindo a mesma qualidade e diploma do presencial. 

No EAD, os estudantes têm acesso ao mesmo conhecimento e capacitação que um curso presencial ofereceria. 

A diferença é que alunos do EAD contam mais autonomia e flexibilidade para guiar seus estudos.

faculdade-de-engenharia-eletrica-ead - dois engenheiros observando redes elétricas

Onde pode trabalhar um profissional de Engenharia Elétrica?

Agora que você já sabe como funciona o curso, vamos trazer mais informações sobre o mercado de trabalho da Engenharia Elétrica.

A Engenharia Elétrica é uma carreira muito versátil, tendo diversos segmentos de atuação profissional. 

O mais comum é encontrar engenheiros elétricos trabalhando com desenvolvimento, manutenção e aperfeiçoamento de sistemas elétricos de máquinas, equipamentos e estruturas.

Além disso, esses profissionais também têm encontrado muito espaço na área da pesquisa, buscando aumentar a capacidade de produção de energia e a redução dos impactos ambientais.

Concessionárias de energia, empresas de engenharia e de telecomunicações e empreiteiras estão entre os principais empregadores de engenheiros eletricistas. 

A seguir, trazemos mais detalhes sobre as áreas de atuação da Engenharia Elétrica:

Fornecimento de energia: área relacionada com a geração, distribuição e armazenamento de energia. Nesse setor, os engenheiros elétricos atuam no planejamento, acompanhamento e coordenação de todo o processo de implementação e funcionamento de sistemas elétricos.

Automação industrial: nessa área, os engenheiros eletricistas são responsáveis por planejar, criar e instalar sistemas elétricos que permitam a automação na indústria.

Indústria elétrica e eletroeletrônica: área relacionada com o desenvolvimento e manutenção de produtos elétricos e eletroeletrônicos. 

Instalação de sistemas elétricos: nesse setor, os engenheiros elétricos criam projetos de instalação e manutenção de redes elétricas para residências, estabelecimentos comerciais, prédios, hospitais, ruas e pontes. 

Telecomunicações: área que envolve a configuração, instalação, realização de testes e manutenção de sistemas de telecomunicações. 

Sustentabilidade: ramo que engloba a criação e o desenvolvimento de projetos sustentáveis para pesquisa e implementação de fontes de energia renováveis.

Engenharia Elétrica: salário

A remuneração do engenheiro eletricista varia de acordo com o nível de experiência e o porte da empresa em que o profissional trabalha. Confira os valores levantados pelo Educa Mais Brasil

Pequena Empresa

  • Trainee: R$ 3.615,50
  • Júnior: R$ 4.519,38
  • Pleno: R$ 5.649,23
  • Senior: R$ 7.061,54
  • Master: R$ 8.826,93

Média Empresa

  • Trainee: R$ 4.700,16
  • Júnior: R$ 5.875,20
  • Pleno: R$ 7.344,00
  • Senior: R$ 9.180,00
  • Master: R$ 11.475,00

Grande Empresa

  • Trainee: R$ 6.110,21
  • Júnior: R$ 7.637,76
  • Pleno: R$ 9.547,20
  • Senior: R$ 11.934,00
  • Master: R$ 14.917,50

Conclusão

Neste artigo, falamos sobre o curso de Engenharia Elétrica, trazendo mais informações sobre os estudos e o mercado de trabalho da área. 

A Engenharia Elétrica é um ramo extremamente promissor, oferecendo diversas possibilidades de atuação profissional e salários atrativos. 

Se você se identifica com a área de exatas e se interessou pelos conteúdos trabalhados no curso, a faculdade de Engenharia Elétrica pode ser a formação ideal para você.

Não perca tempo e comece a trilhar o seu caminho na Engenharia Elétrica!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action
cursos empreendedorismo

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT