Vestibular

Afinal, o que estudar para o vestibular?

By EAD UNIPAM   |    | 10 min de leitura
Saiba mais
Saiba mais

 Tag: Vestibular

A preocupação com o processo seletivo para as universidades é algo que afeta milhões de estudantes diariamente todos os anos. Você também se preocupa com o que estudar para o vestibular?

 

Essa preocupação é algo comum! Afinal, o vestibular é usado como processo seletivo de inúmeras faculdades, de norte a sul do país. Por isso, é totalmente natural ir sempre em busca de um bom desempenho no ENEM ou no vestibular. O seu formato, regras, conteúdo da prova e critérios de desempate variam bastante de instituição para instituição.

 

Então, antes de pensar em se preparar para o vestibular, pense antes em quais vestibulares você pretende fazer. Isso irá determinar quais matérias, conteúdos você precisará estudar e revisar, além de determinar o prazo que você terá para se preparar

 

Até alguns anos atrás, a única possibilidade de estudar para passar em um vestibular era se matricular em um cursinho. Porém, com o avanço da internet, as formas diferentes de buscar por informações, criar uma maratona e um cronograma de estudos se tornou mais fácil e mais acessível.

 

Dessa forma, o conteúdo para estudo já pode ser achado amplamente de forma online, o que permite que você consiga montar o seu próprio cronograma em busca da sonhada aprovação. Entretanto, só isso não garante o seu sucesso.blog ead unipam

 

Por isso, esse artigo vai desmistificar as principais dúvidas de quem pretende seguir com esse objetivo, o que estudar para o vestibular, quais as principais matérias cobradas, as formas mais fáceis para estudar, os formatos ideais, entre muitas outras dicas!

tomar-cafe-enquanto-trabalhava_102671-4315

Comece pelo edital da prova

Antes de colocar a mão na massa, identifique primeiro quais os vestibulares você irá prestar. Isso te dará um norte para começar a estudar e esse será o seu ponto de partida.

 

Ao identificar as instituições, pesquise também um pouco de como será a concorrência, veja a dificuldade das questões, a estrutura das provas, quantas fases você precisará fazer, quanto tempo dura... Todas essas informações que te colocam na frente e te ajudam nos estudos são ideais!

 

É interessante ir atrás das outras edições das provas, isso pode te deixar ainda mais afiado para montar um cronograma e traçar uma estratégia. Outras informações como o número de chamadas, os prazos, a data do resultado também podem te ajudar. Não deixe passar nenhuma informação!

 

E claro, busque onde se encontram as informações mais importantes: o edital! Ter o edital é essencial para um bom planejamento de estudos, e, consequentemente, um bom desempenho na prova. Não é necessário decorar, mas você deve prestar atenção nas informações mais importantes.

 

No edital, você deverá estar atento aos assuntos cobrados nas provas, as principais datas, as regras, o que pode ou não levar no dia e nas competências avaliadas em cada conteúdo. Com isso, você otimiza o seu tempo e evita fuga do conteúdo. Até porque, nem todos os vestibulares cobram todas as disciplinas.

 

Com essas informações em mente, você saberá exatamente como montar o seu cronograma para aumentar as suas chances de conseguir um bom resultado na prova. Sendo assim, o edital será um dos seus melhores amigos nessa jornada.

 

Selecione o que estudar para o vestibular

Depois de buscar o edital das provas que você irá fazer, é hora de selecionar o conteúdo que você precisará estudar para o vestibular. Para essa tarefa, é ideal que você tire uma boa parte do seu tempo antes de começar a estudar de fato. Dessa forma, você garante assertividade, fazendo com que você não se disperse em conteúdos que não serão necessários.

 

Para um melhor aproveitamento do seu tempo e da sua produtividade nos estudos, crie um cronograma de estudo. Separe os assuntos fáceis, médios e difíceis, e intercale os assuntos que você tem facilidade com os assuntos que você tem mais dificuldade. Além disso, confira no edital qual matéria tem mais e menos peso, ou seja, as que somam mais pontos, e dedique um tempo maior àquelas que serão mais cobradas.

 

Nessa jornada, você pode usar também as provas passadas do vestibular escolhido como uma forma de revisar. Busque por livros de cursinhos, dicas de quem já prestou aquele vestibular, videoaulas, podcast, entre muitos outros. Com a internet, você pode explorar os formatos disponíveis e encaixar na sua rotina de forma que os estudos se tornem mais fluídos e leves.

 

E não se esqueça de tirar um tempo para se manter informado! Alguns vestibulares possuem matérias com temas de atualidades, onde acontecimentos dos cenários políticos, econômicos, ecológicos e sociais do momento atual são cobrados em questões. Essas questões podem acontecer em matérias como história, geografia, biologia, até mesmo física e matemática. Portanto, é válido estudar, mas não deixar de acompanhar o cenário ao seu redor!

 

Dessa forma, uma boa rotina de estudos pode incluir vários formatos, conteúdos e notícias, mas não se esqueça também de fazer pausas e descansar. Depois de muito tempo trabalhando, nosso cérebro começa a absorver menos. Por isso, o descanso é tão importante quanto a rotina de estudos na hora de conseguir um bom resultado!

 estudante enem-1

Entenda como é a redação

A redação é uma das partes mais importantes dos vestibulares, e, em muitos deles, ela tantos pontos quanto a própria prova! Por isso, é recomendado tirar um tempo, ou até mesmo um dia em cada semana, para se dedicar integralmente ao estudo para a redação.

 

E nessa parte, o ideal é entender como funciona cada vestibular, buscar por referências de notas máximas, dicas de quem já fez e mapear por possíveis temas. E é imprescindível se manter atento a isso, pois, a fuga do tema é um dos principais motivos de notas zeradas na redação.

 

Por isso, a atenção na redação deve ser redobrada, e existem alguns cursos online gratuitos voltados somente para ela. O mais recomendado é que você busque temas possíveis e até mesmo passados que já foram pedidos e escreva uma redação. Em seguida, peça para um professor, revisor ou alguém da área para corrigir.

 

Dessa forma, você poderá se aprimorar e garantir que aprenda a fazer na prática, além de contar com ajuda especializada no assunto.

 

Caso não seja possível esse tipo de estudo guiado, você pode estudar aspectos específicos da redação, como a própria fuga do tema, interpretação de texto, gramática e ortografia, os formatos de texto diferentes e qual a melhor forma de escrever cada um, a composição de uma boa redação, entre muitos outros assuntos.

 

Quer mais dicas? Busque por videoaulas sobre o assunto na internet, sempre voltado para o vestibular que você escolheu! Aproveitar todos os materiais que o mundo online oferece pode ser muito produtivo, basta saber filtrar e escolher aqueles que mais podem te ajudar.

 

Saiba o que mais cai no vestibular

O conteúdo cobrado no vestibular é bastante diverso, variado, e, muitas vezes, pode mudar de instituição para instituição. Por isso, é realmente importante que você leia o edital antes de começar os seus estudos, dessa forma você garante mais assertividade na hora de estudar.

 

Apesar disso, algumas matérias são comuns, e se repetem em vários vestibulares por possuírem uma relevância maior. Com base no Guia do Estudante, nós fizemos uma pequena seleção desses temas, separados por área, pra você começar a se preparar:

 

Humanas

Em filosofia e sociologia, é provável a necessidade de muita leitura e entendimento de texto, atualidades, e alguns dos autores mais tradicionais, como Platão. Em história geral, as formas políticas do ocidente e suas especificidades, cultura e civilização medieval, formas de organização do trabalho no Ocidente, cultura e pensamento Ocidental, do Renascimento ao século XX, guerras mundiais e Guerra Fria.

 

Estude também geografia, com assuntos como globalização, terceira Revolução Industrial, países emergentes, disparidades socioeconômicas mundiais, problemas ambientais, problemas urbanos, cartografia, matriz energética, problemas sociais, agronegócio brasileiro, migrações e petróleo.

 

Já em língua portuguesa é fundamental que você estude sobre os gêneros literários e principais autores brasileiros (em especial José de Alencar, Machado de Assis, Mario de Andrade, Manuel Bandeira, Clarice Lispector, Guimarães Rosa, entre outros), interpretação de texto, exercite seu domínio da língua padrão, conjugação e uso dos tempos e modos verbais, classes de palavras e sua contribuição para a construção do texto, semântica, figuras de Linguagem.

 

 

Exatas

Em matemática, você poderá encontrar cálculo de porcentagem, probabilidade, equações elementares, teorema de Pitágoras, seno e cosseno, análise de função gráficos, tabelas e equações, aplicações de logaritmos e exponenciais, funções trigonométricas, polinômios e equações polinomiais e relações entre coeficientes e raízes.

 

Já em física, não deixe de estudar os conteúdos sobre os movimentos retilíneos, cinemática do circular, dinâmica do movimento curvilíneo, trabalho e energia,sistemas conservativos, calorimetria e trocas de calor, dilatação e contração térmica, hidrostática, teorema de Stevin, teorema de Arquimedes, reflexão e refração da luz,lei de Snell, fenômeno da reflexão total, dioptro plano e formação de imagens em lentes, ,equação fundamental da ondulatória, acústica, e análise de circuitos elétricos.

 

E química, estude principalmente o que é substância pura e mistura, ligações entre átomos e molécula, chuva ácida e efeito estufa, cálculos estequiométricos, soluções, termoquímica, cinética, equilíbrios químicos, deslocamento de equilíbrio, pH e Ks, radioatividade, pilha e Eletrólise, química orgânica e reações.

 

Biológicas

Em biologia, você poderá encontrar nas provas dos vestibulares conteúdos sobre a origem da vida e a evolução biológica, ácidos nucleicos, a síntese de proteínas e o controle do metabolismo celular, processos de obtenção de energia, estrutura de uma célula eucariótica, os processos de divisão celular, os principais grupos animais, parasitoses humanas brasileiras, fisiologia animal, os principais grupos vegetais, fisiologia vegetal, dinâmica das populações e comunidades.

estudantes conversando

Língua Estrangeira

Com relação a parte de língua estrangeira, em inglês, você encontrará muita leitura e interpretação de textos, questões de inferência, gêneros textuais variados, linking words (conjunctions), vocabulário, pronomes pessoais, possessivos, relativos e indeterminados.

 

Já em espanhol, você pode encontrar pronomes pessoais, de tratamento, formal e informal, advérbios, adjetivos, e também muita leitura e interpretação.

 

Crie um cronograma de estudos para o vestibular

Criar um cronograma de estudo é importante para te ajudar a se manter organizado e produtivo, além de não se perder com a matéria e com o conteúdo a ser estudado. Com o cronograma, você vai além, podendo se adaptar de forma simples ao melhor formato de estudo. Dessa forma, você descobre os seus pontos forte, e se prepara da melhor maneira!

 

O melhor formato de estudo para você é aquele no qual você consegue absorver mais a matéria e o conteúdo. Alguns preferem ouvir a explicação, e aprendem melhor assim. Já outros são mais visuais, precisam de videoaulas para absorver ao máximo. Existem também os que preferem aplicar na prática, com exercícios e programas de aprendizado, e acham que assim o conteúdo fica mais explicado e entendido.

 

Por isso, se você ainda não sabe qual é a forma que mais se adapta a você, tire os primeiros dias para testar todos eles, e entender como o seu ciclo de estudos funciona. Nesses primeiros dias, também observe os seus horários. Quais horários você costuma ficar mais ligado, mais ativo e entender mais, e quais horários você se sente mais cansado.

 

Assim, para montar o seu cronograma, você leva em conta o prazo final, algumas semanas antes da prova, e leva em conta o seu formato preferido e os melhores horários para você.

 

Você pode adaptar o seu cronograma ao seu dia a dia. Caso você trabalhe, é possível criar uma rotina onde você estude uma hora por dia e estenda esse horário nos finais de semana, por exemplo.

 

Independentemente de como você faça a sua organização, o mais importante é ser constante. Monte de forma que você consiga seguir, que não fique muito pesado, e que você realmente siga a risca. Isso irá garantir que você consiga alcançar o melhor resultado possível no vestibular!

 

 

E aí, aprendeu o que estudar para o vestibular? É fato que, para passar no vestibular, depende de você. Mas algumas dicas sempre ajudam, como a pesquisa, o cronograma, e contar com alguém de confiança para te ajudar nos exercícios e na redação.

 

Todos os anos, milhares de pessoas fazem o vestibular e concorrem entre si, e é normal se sentir preocupado. Para minimizar a preocupação, não deixe de se dedicar durante o ano, e nunca deixe a matéria acumular para a última hora.

 

O seu cérebro não irá conseguir absorver todo o conteúdo necessário em apenas alguns dias, e você poderá se sentir ainda mais cansado durante a prova. Dessa forma, divida o seu cronograma em meses, desde o início do ano até algumas semanas antes da prova. Use as semanas antes do vestibular para relaxar e deixar o seu cérebro sintetizar tudo que foi aprendido. Você vai notar a diferença.

 

Passar no vestibular pode não ser uma tarefa fácil e pode demandar tempo, esforço e dedicação. Além disso, é normal não alcançar os resultados desejados logo na primeira prova. Por isso, mesmo que você não passe de primeira, fique de olho nas próximas chamadas e, principalmente, não desista!

 

Para facilitar seus estudos e usar a tecnologia ainda mais ao seu favor, nós fizemos uma lista de 7 aplicativos para estudar, seja no celular o no tablet! Confira agora!

 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action
cursos empreendedorismo

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT